Pesquisar neste blog

sábado, 8 de agosto de 2009

Os discípulos não conseguem expulsar um demônio (Mt 17,14-20) (08/08/09)

"Quanto a esta espécie de demônio, só se pode expulsar à força de oração e de jejum."     Apóstolos não conseguiram expulsar  o demônio que atormentava  aquele menino, e foram fortemente repreendidos por Jesus, que os chamou de  "Raça incrédula e perversa, até quando estarei convosco?"   Mais uma vez jogou pesado no seu palavreado.  Depois que os discípulos perguntam por que não conseguiram expulsar aquele demônio, Ele responde:  "Por causa de vossa falta de fé".  Se os apóstolos  escolhidos a dedo não tinham fé suficiente, que dirá de nós? Que dirá do mundo de hoje  com sua fé abalada pelos meios de comunicações, que a cada dia induz as pessoas a pecar e a abandonar a fé? Não tem mais graça assistir um filme. Ou é tiroteio  ou é pornografia. Ou os dois juntos.  Acabou aqueles clássicos  da sétima arte que as mulheres choravam no final.  Toda essa avalanche de violência e libertinagem distorce a cabeça dos nossos jovens, pois é a eles que tudo isso é direcionado.  É por isso que muitos jovens já não respeitam mais,  não  tema mais limites, e por motivos vários abrem mão da violência como meio de sobrevivência, o que os levam fatalmente mais sedo ou mais tarde, a própria morte. Não estou criticando esses jovens, pois eles são vítimas de um mundo que inverteu a escala de valores. (O QUE ERA CORRETO, HOJE É COISA ERRADA). Prezados irmãos: Vamos libertar esses jovens dos novos demônios. Mais precisamos de muita oração e de muito jejum. Vamos rezar em grupo pelos nossos jovens para que Deus os protejam de todo este estado de coisa que os tem levado: a descrença, a libertinagem sexual, ao sofrimento e à morte.

 

Sal

sal.salvideo@gmail.com

www.reflexaoliturgiadiaria.blogspot.com



Nenhum comentário:

Postar um comentário