Pesquisar neste blog

sexta-feira, 5 de junho de 2009

Jesus não é filho de Davi (Mc 12,35-37) (05/06/09)

Da mesma forma que nos acostumamos dizer que acreditamos e amamos com o coração, o povo hebreu se acostumou a dizer que Jesus era filho de Davi.  E no evangelho de hoje, Jesus desfaz este engano baseando-se no texto de um salmo escrito por Davi (Sl 110,1). Deus e seu ungido (Jesus) são chamados de "senhor" pelo salmista Davi. Assim, este ungido, com o qual é identificado Jesus, é senhor e não filho de Davi. Foi por isso que Jesus disse: "Ora, se o próprio Davi o chama Senhor, como então é ele seu filho?"

É assim, às vezes nos acostumamos a afirmar certas coisas sem mesmo questionar se é certo ou errado só porque a tradição cultural foi passando de boca em boca até chegar até nós.

Jesus Filho de Davi, é uma expressão popular oriunda da tradição judaica, em homenagem ao grande líder Davi. Acontece que a tradição messiânica aguardava a vinda de um ungido (messias, do hebraico; cristo, do grego) igual ao antigo rei Davi, que era chamado "filho de Davi". Esse Messias seria um líder patriota que traria aos judeus a glória e o poder como fez o rei Davi, o grande chefe de um império.   Portanto, Filho de Davi, é só uma maneira de se expressar, que não corresponde à realidade.

Uma vez, uma senhora muito inteligente da catequese de adultos me perguntou: "Professor. Tem uma coisa que eu não entendo. Jesus é o Filho de Deus ou é filho de Davi? Porque se Ele for filho de Davi, como se explica a sua divindade? Porque Davi era um homem!" Como estava no final daquele encontro catequético, e algumas pessoas até já tinham ido embora, e eu, confesso, não estava seguro quanto à resposta que deveria dar, respondi a ela brincando:  "Olha, é exatamente, o assunto da próxima semana. Depois, corrigi, e falei: Veja. No próximo encontro eu prometo que lhe respondo, por dois motivos:  Primeiro, eu quero pesquisar  isso mais um pouco, para lhe dar uma resposta melhor daquela que eu daria nesse momento. Além disso, hoje já encerramos. Assim, da próxima vez todos participarão da sua pergunta. Prometo que Será o primeiro assunto."

Prezado catequista. Se você não tem certeza do que vai responder, peça com humildade um tempo para pesquisar. Se não encontrar a resposta em nenhum lugar, mande um e-mail para o nosso querido  Humberto Celau. Garanto que ele sabe, e vai lhe explicar com toda boa vontade.     

 

Sal

sal.salvideo@gmail.com

www.reflexaoliturgiadiaria.blogspot.com



12 comentários:

  1. a expressão “filho de Davi” está vinculada diretamente à descendência biológica, ou seja, é uma expressão que denota que Jesus é “filho de Davi” porque Se humanizou, tomou a descendência de Davi segundo a carne (Rm.1:3) e logo após
    Em Romanos 1 : 4 diz : e que mediante o Espirito de santidade foi declarado Filho de Deus com poder, pela sua ressurreição dentre os os mortos: Jesus Cristo nosso Senhor.

    O fato de Jesus ser o Filho de Deus não o impede de ser chamado de Filho de Davi pra que todos saibam que aqui na terra ele foi o Rei dos Homens.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. jesus é o filho de Davi?

      Jesus é descendente de Davi, sendo portanto, filho de Davi, por adoção através de José e pelo sangue por meio de Maria, como mostram as genealogias em em Lucas(capítulo 3) e Mateus(capítulo 1).

      Filho ou senhor de Davi?

      Jesus colocou os fariseus à prova, perguntando como o Salvador poderia ser filho de Davi e também senhor de Davi (Mateus 22:41-43). As profecias diziam que ele seria descendente de Davi mas Davi também profetizou que o Messias seria seu senhor. O filho não tinha autoridade sobre seu pai, então como Davi poderia ser servo de seu filho? (Mateus 22:44-45)

      Jesus fez essa pergunta porque os fariseus se achavam donos da verdade mas não queriam aceitar que ele era o Salvador. Jesus mostrou que eles não sabiam tudo. A resposta para o enigma era que Jesus era descendente de Davi apenas em termos humanos. Jesus também era Deus, por isso já existia muito antes de Davi nascer e era maior que ele.

      Excluir
  2. e mais..
    Jesus, certa feita, interrogou os fariseus a respeito do Cristo, pois, sendo Ele o Filho de Davi, como, então, Davi O chamava Senhor no Salmo 110. A esta pergunta de Jesus, os fariseus não responderam, porque não tinham o necessário discernimento espiritual para compreender que Jesus era, a um só tempo, “Filho de Davi”, ou seja, descendente de Davi segundo a carne, mas, também, era Deus, o Senhor, o Verbo Divino que nunca teve princípio nem terá fim. Reside aqui a grande incompreensão dos judeus a respeito de Jesus e o motivo pelo qual não admitem eles nem que Jesus seja Filho de Davi, nem tampouco que seja uma Pessoa Divina. Tal compreensão é possível somente mediante a posse da mente de Cristo (I Co.2:11-16), tanto que foi um dos pontos tratados por Pedro em seu sermão no dia de Pentecoste (At.2:29-36).

    ResponderExcluir
  3. Meu amigo Anônimo, permita me discordar do seu ponto d vista, pois o que vc fala é o que está óbvio pra muitos cegos. Jesus foi concebido pelo espírito de Deus, ou seja, criação direta do Deus poderoso (corpo, alma e espírito), portanto, nada em Jesus pertencia a este mundo. Não havemos de falar em descendência ou ascendência de Jesus a não ser quando falamos de Deus pai, Dele sim, Jesus é único filho e fim de papo o resto é conversa fiada!!!

    ResponderExcluir
  4. Ao amigo irmão aí que respondeu no dia 21-10-2012, com todo o respeito, DISCORDO. Importante assinalar que não procede o seu modo de refletir a respeito de Jesus quando afirma que "Jesus foi concebido pelo espírito de Deus, ou seja, criação direta do Deus poderoso (corpo, alma e espírito), portanto, nada em Jesus pertencia a este mundo". Isso não é verdade. Ora se isso fosse, estaria perdido todo o sentido teológico de o próprio Jesus tantas vezes se intitular-se "O FILHO DO HOMEM". Jesus é o Emanoel, Deus conosco. Sua dupla natureza (DIVINA E HUMANA) é a excelsa característica salvífica. Deus se fez HOMEM, se fez carne e habitou entre nós, tornou-se um de nós, como nós, exceto no pecado, para resgatar a nossa imagem caída pelo pecado original. Nisso consiste um dos pontos grandiosos do infinito amor do Pai por nós. E por isso o que vc escreve que "NADA EM JESUS PERTENCIA A ESTE MUNDO." não condiz com a verdade revelada por DEUS segundo as Escrituras. Esse pensamento de um JESUS somente "DIVINO" já foi tema de longos e profundos estudos pela Igreja! Hoje não há mais porque debatermos sobre isso, pois já se tornou ponto pacífico de que JESUS é ao mesmo tempo HOMEM E DEUS, mistério revelado por DEUS aos seus amados. Como diz o poeta, o JESUS "rosto DIVINO do homem, rosto HUMANO de DEUS" Feliz Natal a todos...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha,Irmão ai do dia 13 de dezembro,Realmente nada em Jesus era desse mundo,Principalmente a carne,Porque se ele fosse desse mundo quando ele morreu o seu corpo tinha ficado lá no túmulo e outro corpo celestial em forma dele teria aparecido e o que morreu ainda estaria lá dentro morto porque isso mostraria que seu corpo era da terra,Então mesmo que Jesus fosse de carne e sujeito a falhas como os Homens,Ele nesse caso foi diferente resistindo a todas elas e mostrando como se deve fazer para que possamos entras no seu Reino,Jesus Mostrou Que Ele E Deus em Baixo,Em cima e por baixo da terra que e Deus,Por isso venceu.

      Excluir
  5. Se nada de Jesus pertencesse a esse mundo não haveria necessidade dele encarnar. Jesus teve que passar por quase todas as experiências humanas para compreender, na pele, a fraqueza e a potencialidade humana. Jesus é um mistério para muita gente intelectualizada. Jesus foi o maior dos homens que refletiu em sua totalidade a divindade!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem gente que se acha o sabido do assunto e não sabe de nada!!!

      Excluir
    2. Igual você pastor porque a palavra não é sabido é sabe do assunto.

      Excluir
  6. Mais se o próprio Jesus fala porque tem
    gente que ainda persiste no erro porque José que era descendente de Davi e Jesus não tem nada haver com José ele é filho de Maria José só foi pai adotivo.

    ResponderExcluir
  7. Jesus falou para Pilatos que não era desse mundo. E . Final

    ResponderExcluir
  8. É incrível que a dois mil anos ainda se discutem passagens bíblicas.
    Até quando vão viver em círculos?
    Um entende de uma maneira e outros de outras.
    Espero que consigam ao menos se edificarem com isso, pois para quem acessa e ler não trás edificação alguma.

    ResponderExcluir